Como diminuir turnover Como diminuir turnover

Como diminuir o turnover da equipe de limpeza e por que fazer isso? Veja!

9 minutos para ler

Construir um bom time de limpeza é um dos grandes desafios das organizações. Consiste em uma tarefa que precisa de muita atenção e cuidado, já que a contratação de um colaborador que apresenta um perfil inadequado e a perda de excelente funcionário podem ocasionar prejuízos, entre eles o financeiro. Por essa razão, é necessário ter muito cuidado com a rotatividade dos colaboradores (turnover).

Nesse sentido, é importante destacar que os valores gastos com as contrações e as demissões podem variar, mas podem provocar um valor muito alto para o seu negócio, principalmente, se ele não tiver a verba necessária. Assim, o gestor precisa saber administrar muito bem essa rotatividade dentro da empresa.

Continue a leitura e saiba como diminuir turnover da equipe de limpeza e por que fazer isso!

Como calcular a taxa de turnover ?

Para que a organização tenha uma base segura e sólida, é essencial saber calcular a taxa de turnover. Pois, quando ela é elevada, deve ser gerado um alerta na instituição, caso contrário, a empresa precisa se esforçar em termos de melhora contínua e manter as ações que estão sendo satisfatórias. O cálculo mais comum para saber a taxa de turnover da sua companhia é:

  • quantidade de admissões + quantidade de demissões / 2/ número todas de colaboradores da empresa.

Alguns estudiosos não recomendam esse cálculo para as empresas que têm grandes oscilações de pessoal por causa da sazonalidade, como call centers, hotéis, indústrias e supermercados. Nesse caso, esses estabelecimentos podem realizar dois tipos de cálculo. Veja a seguir.

  • O primeiro cálculo é para saber o índice de desligamento: quantidade de demissões / quantidade de colaboradores que estão ativos dentro da empresa.
  • O segundo cálculo considera as substituições: número de demissões que terão substituição + número de admissões para substituição /2/ número de funcionários ativos que estavam trabalhando até o último dia do mês anterior.

Quais os tipos de turnover ?

Saiba que o processo de rotatividade não pode ser classificado como resultante de um único fenômeno. Ele ocorre por causa de vários motivos e fatores que podem ser desde uma ocorrência eventual em determinadas situações ou comuns a um time de colaboradores, ou organização. Para saber como agir de forma satisfatória, conheça alguns tipos!

Disfuncional

Esse tipo de demissão é caracterizada quando acontece o desligamento de um colaborador de bom desempenho — uma situação que ocasiona muita preocupação para o gestor, já que a organização acaba perdendo um profissional qualificado e, muitas vezes, essencial para a composição do time.

Além do mais, demonstra que a empresa não foi capaz de reter um bom profissional, o que pode ocasionar contratempos nas condições de trabalho dentro da instituição. Assim, ela pode perder financeiramente, seja no que tange aos índices de inovação de desempenho, seja quanto aos conhecimentos que o funcionário teria para melhorar os resultados dos processos organizacionais.

Funcional

O funcional acontece quando um profissional de pouco desempenho solicita o desligamento da instituição. Desse modo, a empresa tem a chance de mudá-lo por um funcionário com melhor desenvolvimento e que consiga alcançar os resultados mais relevantes, sem precisar arcar com os gastos de rescisão solicitados pela CLT.

Mas, é necessário ressaltar que o principal impacto desse turnover é o remanejamento de funções, para que as atividades e responsabilidades desse profissional sejam repassadas, além de necessário gastar com o processo seletivo e capacitação.

Quando o funcionário solicita o seu desligamento, provavelmente, é porque ele não estava feliz com a instituição, do mesmo modo que a empresa não estava satisfeita com seu progresso. Além disso, existe uma grande chance de que esse funcionário realize depoimentos negativos a respeito da experiência, seja para os amigos, colegas de profissão ou em comentários nas redes sociais.

Voluntário

O turnover voluntário se configura quando um profissional solicita o desligamento da empresa. É muito recorrente entre os executivos, indicando contratempos na gestão e não obtenção de talentos, e não somente relacionados com os salários ou benefícios proporcionados pela empresa.

Esse tipo de turnover pode acontecer por diversos fatores, entre eles quando o funcionário recebe uma oportunidade melhor em outra organização ou pela ausência de um plano de carreira, o que inviabiliza suas chances de crescimento.

Involuntário

Este tipo é caracterizado quando a demissão do colaborador acontece por vontade da empresa, implicando em um custo mais alto, já que é necessário que a instituição cumpra com todas as obrigações determinadas pelos direitos trabalhistas. Geralmente ocorre por vários problemas e, frequentemente, acontece por conflitos com as lideranças, falhas no processo de contratação e baixo desempenho nas tarefas.

Quais os impactos negativos das altas taxas de turnover ?

Não é nada satisfatório a empresa apresentar elevadas taxas de turnover, pois ela pode gerar a perda de bons funcionários e bom desempenho das atividades, além dos elevados custos. Confira quais são seus impactos!

Custos com encargos trabalhistas

Como já foi mencionado anteriormente, o turnover ocorre quando a empresa decide desligar um funcionário ou quando ele pede sua demissão. Na primeira situação, a organização responsável precisa pagar todos os encargos trabalhistas, salvo em demissão por justa causa.

Então, esse custo é um prejuízo para a empresa porque, como sabemos, trata-se de um valor bem elevado. Se esse gasto for frequente, a empresa só não ficará no vermelho se tiver uma boa reserva financeira.

Produtividade baixa

Quando uma empresa perde um trabalhador, ela acaba perdendo também na produtividade. Ao demitir um funcionário, é fundamental colocar outro em seu lugar, assim é necessário gastar com processo de recrutamento e seleção. Até o novo trabalhador conseguir se adaptar de forma correta, aumentam-se os erros, o ritmo de trabalho não é o mesmo e os resultados surgem mais devagar.

Clima organizacional ruim

Outro impacto negativo de uma elevada taxa de rotatividade é a diminuição na qualidade do clima organizacional. Isso ocorre porque, os funcionários observam o elevado índice de demissão, acabam se sentindo inseguros, podem ser tomados pela ansiedade e, até mesmo, pela perda da vontade de trabalhar.

Desse modo, é importante destacar que as crises de ansiedade, depressão e pânico, têm sido uns dos maiores motivos de afastamento de funcionários e, com a elevada competitividade, esse índice tende a aumentar. Sendo assim, as organizações precisam ficar atentas e realizar ações para que isso não aconteça.

Além do mais, quando as demissões acontecem sem um motivo relevante, os demais funcionários ficam inseguros e perdem o estímulo para trabalhar de forma eficiente. Com isso, muitos deles começam a buscar por outro trabalho. Com o decorrer do tempo, o alto índice de turnover passa a interferir em todos os âmbitos do negócio, afetando de forma negativa o desenvolvimento da organização.

Entretanto, quando a demissão é feita com justa causa, ela é encarada de forma mais branda pelos trabalhadores e, dificilmente, afeta o clima organizacional.

Quais são os passos para reduzir as taxas de turnover ?

Existem algumas providências capazes de diminuir os casos de rotatividade em sua empresa, reter bons colaboradores e diminuir os gastos com a contratação de outro trabalhador. Confira alguns passos que podem ajudar você!

Estude as razões para turnover

Se as pessoas não estão continuando em sua empresa, provavelmente existe uma razão para isso. Então, você deve saber onde está o problema e tentar resolvê-lo o mais rápido possível. O jeito mais eficiente de saber a razão que seus colaboradores se sentem insatisfeitos é realizando uma entrevista sempre que alguém desejar sair.

Aprimore os processos seletivos para maior assertividade

Quanto mais criteriosa for à realização do processo seletivo do seu negócio, maiores serão as possibilidades de contratar profissionais realmente qualificados para determinado cargo.

Para que esse processo fique cada vez mais eficiente, você pode contar com soluções tecnológicas capazes de automatizar a filtragem e análise de candidatos por meio de várias ferramentas como, por exemplo, a de avaliação do perfil.

Recompense os colaboradores

A valorização do profissional não está associada somente com as questões salariais. Ele também quer ser reconhecido profissionalmente. Uma das formas mais eficientes de garantir que seus colaboradores continuem em suas funções por mais tempo é reconhecendo seus resultados e esforços.

Essa atitude não precisa custar muito dinheiro mas pode fazer muita diferença no seu time de profissionais. Então, inicie de forma simples, agradecendo pelo bom desempenho e depois pense em alguma gratificação.

Invista em capacitação

Para reduzir a alta incidência de turnover, é necessário que o gestor busque realizar capacitação e treinamento dos funcionários. Com essa ação, eles vão perceber que a instituição se preocupa com o crescimento dos seus profissionais, desejando vê-los ascender na empresa. Logo, caso você deseje reduzir a taxa de rotatividade, busque oferecer formas de atualização constantes.

Dê feedbacks

Inserir a cultura de feedbacks em sua empresa é muito importante para toda a equipe pois, assim, o gestor explicita os pontos positivos e negativos dos colaboradores, deixando claro como cada um pode melhorar seu desempenho.

Essa ação demonstra respeito e cuidado com o funcionário, e pode minorar o medo de errar. Mas é essencial que o feedback seja dado individualmente para jamais criar constrangimentos na frente dos colegas.

Portanto, é fundamental procurar estratégias eficazes para saber como diminuir turnover nas equipes de limpeza, reter os bons funcionários e se destacar da concorrência.

Gostou do nosso post? Então, entre em contato conosco para saber mais sobre o assunto!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário