O que é e como montar um manual de orientações para o serviço de limpeza da empresa?

9 minutos para ler

Dentro dos processos que precisam ser bem administrados dentro de uma organização, a limpeza surge como um dos principais. Embora pareça algo sem necessidade, proporcionar um local limpo e agradável interfere de forma significativa nos resultados dos colaboradores. Dessa forma, montar um manual de orientações para o serviço de limpeza é uma ótima alternativa.

É necessário destacar que o escritório é lugar onde os clientes, fornecedores e parceiros têm o primeiro contato físico com o seu negócio. Então, caso eles encontrem um ambiente desorganizado e sujo, a tendência é que tenham uma péssima imagem da instituição. E, além do mais, interfere negativamente na produtividade dos profissionais.

Nesse sentido, continue a leitura e saiba o que é e como montar um manual de orientações para o serviço de limpeza da empresa!

Quais as normas que devem ser cumpridas e que devem constar no manual de orientações?

As normas para serviço de limpeza empresarial consistem nas determinações de higienização para as companhias. Elas se distinguem conforme o segmento de mercado e abrangem desde as regras de uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) até a manutenção do ar-condicionado.

Para elaborar uma rotina de higienização, sistematizando o processo, a principal recomendação é que as instituições desenvolvam o Procedimento Operacional Padrão (POP) de limpeza, um guia que vai abordar detalhadamente procedimentos, responsabilidades e boas práticas no momento de definir as estratégias para manter o local sempre limpo.

As regras de limpeza empresarial são essenciais, especialmente por proporcionar um ambiente mais satisfatório para os clientes e atender as exigências de segurança do trabalho. Isso evitará colocar a saúde dos colaboradores em risco com possíveis acidentes e, assim, otimizará a realização das tarefas para o desenvolvimento da empresa.

Dessa forma, é preciso destacar que algumas orientações a respeito das boas práticas precisam ser realizadas diariamente nos serviços de limpeza de todas as organizações. Sendo elas:

  • destinar um ambiente adequado para que os profissionais façam suas refeições;
  • deixar o ambiente de trabalho sempre organizado, seja ele um balcão, uma mesa para realizar atendimento, seja uma esteira de produção industrial;
  • utilizar EPIs indicados para cada função. No caso dos colaboradores de limpeza, é necessário usar o uniforme e os equipamentos apropriados, como avental, sapatos fechados e luvas;
  • limpar os locais de trabalho com álcool 70%;
  • separar as latas de lixo conforme o seu tipo e tirar o lixo orgânico todos os dias;
  • incentivar a limpeza das mãos, principalmente durante o período de Covid-19;
  • treinar e capacitar os times sobre a necessidade de cada um cuidar da limpeza do seu local de trabalho;
  • utilizar materiais de limpeza certificados pela Anvisa.

 Como implementar o manual de orientações?

A maneira mais eficiente de elaborar uma rotina e sistematizar o processo de limpeza, diminuindo a ocorrência de falhas, é a criação de um manual de orientações.

Nesse documento, devem constar os princípios básicos de limpeza da sua empresa, por exemplo, a proibição de cigarro durante a realização das atividades, a obrigatoriedade do uniforme ou, mesmo, a proibição de acessórios pessoais enquanto o trabalhador estiver realizando a limpeza. Todo o método de higienização precisa ser informado, incluindo:

  • cronograma de limpeza: é essencial deixar claro o momento em que cada área da empresa precisa ser higienizada;
  • colaborador responsável por cada atividade: quando o trabalhador sabe sua função, tudo fica mais otimizado;
  • instruções de manuseio de equipamentos e produtos químicos: é primordial explicar como cada item de limpeza pode ser usado, para evitar possíveis acidentes de trabalho;
  • ordem de limpeza de cada cômodo: quando isso é definido, alguns locais acabam ficando sujos e desagradando os visitantes;
  • estabelecimento dos tipos de limpeza demandados pela organização: o trabalhador precisa saber quais os métodos de higienização que se ajustam à sua instituição. Assim, ele conseguirá realizar um trabalho eficiente e satisfatório;
  • objetivo de cada procedimento: muitos colaboradores não compreendem a necessidade de realizar determinado processo, muitas vezes deixando, até, de realizá-lo. Sendo assim, é fundamental deixar claro o objetivo de todas as fases de limpeza;
  • dicas detalhadas sobre como a higienização da empresa precisa ser efetuada: para que o funcionário consiga cumprir as suas exigências, é preciso detalhar como cada processo deve ser executado. Dessa maneira, não existirão erros.

Caso desejar, você pode consultar os materiais disponibilizados pela Anvisa para determinar os procedimentos com mais critério e de maneira mais eficaz.

Quais os cuidados necessários para a equipe de limpeza?

As ações de prevenção para exposição a fluidos corpóreos ou patógenos respiratórios são prevenidas por meios de práticas de precaução, incluindo cuidados com materiais perfurocortantes e EPI.

Dessa forma, os EPIs precisam ser usados pelos colaboradores durante a realização dos procedimentos de higienização que possam provocar contaminação da roupa com agentes infectantes.

Então, saiba que EPI consiste em todo dispositivo de utilização individual pelo trabalhador, elaborado para prevenir riscos que podem ameaçar a segurança e o bem-estar do profissional. Para ser comercializado, todo EPI precisa ter o CA emitido pelo Ministério de Trabalho e Emprego (MTE), de acordo com a NR nº do TEM. Conheça alguns EPI´s importantes à prevenção dos colaboradores da limpeza!

Luvas de borracha

Precisam ser usadas por todos os trabalhadores durante a realização de procedimentos de limpeza e desinfecção de superfícies. Elas precisam ser de materiais resistentes e apresentar cano curto ou longo para proteção parcial de antebraços e para proteção das mãos.

Saiba que as luvas de cores escuras são indicadas para a desinfecção de superfície onde a sujeira é maior, como pisos, banheiros, lixeiras, janelas e entre outros ambientes. As luvas de cores claras devem ser usadas para a limpeza de portas, paredes, lavatórios e outros lugares.

Além do mais, as mãos dos trabalhadores de limpeza precisam ser lavadas antes e após o uso de luvas. Após a utilização, as luvas precisam ser devidamente higienizadas. Quando estiver com luvas, não se pode tocar em portas, telefones, maçanetas e outros lugares.

Máscaras

As máscaras cirúrgicas precisam ser utilizadas sempre que existir a chance de respingos de material biológico ou de produtos químicos em mucosas do nariz e boca, caso o ambiente apresente um odor forte e durante a limpeza e desinfecção de áreas em construção e reformas, para evitar a inalação do pó.

Óculos de proteção

Os óculos de proteção individual precisam ser usados durante a preparação de diluição de produtos e quando o local que precisa ser limpo é acima do nível da cabeça, e onde existam perigos de respingos e poeira.

Botas

As botas são feitas de material impermeável, com cano alto e solado antiderrapante. Elas são indicadas para o cuidado dos pés e parte das pernas durante atividades com produtos químicos e água e, ainda, para evitar a ocorrência de quedas.

Sapatos

A utilização de sapatos é obrigatória durante todo o período de trabalho, com exceção dos momentos da lavagem do piso, nos quais deverão usar as botas.

Avental

O avental precisa ser usado durante a realização de procedimentos que possam ocasionar contaminação da roupa. Ele precisa ser impermeável, podendo ser utilizados por cima do uniforme. É indicado para a realização de atividades com risco de respingos. Pode ser lavado após a realização dos procedimentos de higienização empresarial.

Entretanto, após o uso, é necessário que ele seja retirado da forma correta, sem ter contato com a parte externa. Em seguida, precisa-se fazer a sua desinfecção. Em locais especiais onde exista perigo de radiações, é fundamental a utilização do dosímetro, ou seja, avental e colar de chumbo similar.

Gorro

O gorro precisa ser usado em ambientes especiais, nos quais é solicitada a paramentação completa por parte dos colaboradores da instituição. Porém, é preciso que os profissionais de limpeza e desinfecção de superfícies mantenham os cabelos sempre presos e arrumados. Para os colaboradores do sexo masculino, é fundamental cabelos curtos e barba feita. Essa prática é essencial para evitar a presença de cabelos nos corredores, nos escritórios e, até mesmo, em algum alimento. Logo, é preciso agir de forma correta para evitar possíveis contratempos.

No manual de orientações é preciso ter todas as informações mencionadas, pois ele vai direcionar o serviço do profissional de limpeza. É preciso ficar atento durante sua criação, pois será decisivo para uma higienização bem executada. Se for necessário, busque alguém que compreenda o assunto e possa auxiliar em sua formulação. Lembre-se de que ninguém gosta de um ambiente mal organizado, é imprescindível passar uma imagem boa para as pessoas que frequentam sua empresa.

Uma boa empresa de limpeza é capaz de ajudar você durante essa etapa tão importante. Busque uma instituição especializada em higienização na região do Vale do Aço, pois ela poderá contribuir para a elaboração do seu manual de orientações. Então, se você não sabe como proceder, entre em contato com quem é capacitado no assunto. Também é importante destacar que, em meio à pandemia, é cada vez mais necessário manter o ambiente limpo para evitar a propagação do coronavírus.

Gostou do nosso guia de como montar um manual de orientações para o serviço de limpeza para sua organização? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter para ficar por dentro desse e de outros importantes assuntos sobre higienização!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário